Nossos caminhos: Nós que escolhemos?

Será que nós escolhemos nossos caminhos ou os caminhos nos escolhem ao longo da vida? Dizem que colhemos aquilo que plantamos, que nosso futuro retrata as nossas escolhas do passado. Será mesmo que é assim?

Nossos caminhos

Muitas vezes a vida direciona nossos caminhos de uma forma totalmente diferente daquilo que planejamos. Tanta gente estuda uma vida inteira para seguir uma determinada profissão e de repente algo acontece e muda todo o rumo. Ou quando surge uma oportunidade de mudar de cidade ou país quando você nunca cogitou isso? Ou mesmo quando coisas ruins nos acometem quando sempre guiamos nossa vida numa boa direção? Que explicação dar a isso tudo?

Será mesmo que somos donos do nosso destino e dos nossos caminhos? Será que tudo que passamos já está premeditado antes do nosso nascimento? São tantas perguntas onde muitas vezes ficamos sem resposta e ficamos questionam a justificativa de vivermos determinada situação. Principalmente nos momentos de dificuldade nos questionamos o que fizemos de errado para passar por isto e não aquilo que sonhamos e pedimos aos céus. Onde está o erro? O que fazer para mudar a direção do caminho? Como zerar o que fizemos de errado e começar uma nova vida? Isso é possível? Será possível nossas tentativas como nos ensinam as crianças , com sua persistência ingênua, autêntica e positiva.

Acredito que sempre é possível uma mudança no rumo da nossa vida. Aprendendo com os erros, mudando de atitude, buscando novos conhecimentos e criando as próprias oportunidades. Sim é possível se acreditarmos em nosso potencial, em nossa capacidade de surpreender e superar as dificuldades. Podemos sim. Se tentarmos não apenas uma vez, não apenas da mesma forma, alcançar objetivos e para quem define metas. Mudar caminhos é para quem está disposto a isso, é para quem tem coragem. Se são nossas escolhas ou se determinados caminhos nos escolhem, o êxito dependerá do que fazemos com aquilo que acreditamos nos fazer feliz e realizado. Caso contrário seguiremos vivendo com o que nos apareceu mais fácil e pronto e viveremos nos lamuriando da vida que temos. Mas reclamar sem tomar uma atitude diferente não muda em nada. Vamos refletir sobre a direção de nossas vidas?

Lilian Alves

Olá eu me chamo Lilian Alves, me tornei mãe aos 37 anos da pequena Sarah e quero compartilhar a experiência de poder ser feliz sempre, nessa nova etapa que é ser mãe!

Website: http://praviverfeliz.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *