Momentos de explosão: Mamãe bomba!

Certa vez li em algum lugar que a pressão psicológica vivida por muitas mães podia ser comparada à de um soldado na guerra! Achei chocante essa informação, mas isso explica bem os momentos de explosão de uma mãe.

Desde o nascimento do bebê, a amamentação, puerpério, noites sem dormir, alterações hormonais, chega uma hora que os momentos de explosão são quase inevitáveis.

Momentos de explosão

Mesmo após os três primeiros meses do bebê onde eu pessoalmente como mãe de primeira viagem, passei os momentos mais difíceis , ainda surgem e sempre existirão dificuldades a serem enfrentadas, é que para as mães de primeira viagem existe uma diferença: eu sempre acho ou achava que era só uma fase e logo tudo estaria bem, mas nada é apenas uma fase, pois sempre surge a nova fase: a fase da primeira dentição, a fase da introdução alimentar, a fase da recusa alimentar, a fase do choro para querer apenas a mãe, a fase de só querer o pai, a fase da teimosia, enfim, chega os momentos de explosão de uma mãe e aí surge uma série de questões:

Opa! Não estou tendo controle da situação com meu filho ainda tão pequeno!

Este tipo de questionamento deixa preocupada qualquer mãe, não apenas as de primeira viagem. Não é que não esteja dando conta é que as coisas não funcionam como idealizamos. Uma coisa é pensarmos em um filho ideal e outra coisa é lidarmos com um filho real. Por isso nada de achar que o mundo vai acabar por culpa sua.

A internet é uma ferramenta que prejudica o comportamento e o desenvolvimento das crianças se ficarem expostas por muito tempo.

É uma maneira cômoda de mantê-los sentados para podermos realizar outras tarefas? Sim. Mas permanecer por muito tempo em frente à TV ou com celular prejudica muito o desenvolvimento da criança. Em geral a criança acostumada com o tempo de ação virtual se entedia facilmente e não acha atrativo ouvir histórias, desenhar, brincar no quintal. Quanto menor o tempo exposto a TV e ao celular maior e melhor será a chance dela se interessar por brincadeiras que lhe forem propostas.

Dá trabalho mas é preciso gastar energia!

Cada criança tem seu temperamento e umas precisam de mais movimento do que outras, então faça a criança gastar essa energia, pulando, correndo, brincando com água, fazendo descobertas no quintal, socializando com outras crianças, dançando. Desse modo ela brinca, aprende, se desenvolve de maneira mais saudável. É mais cansativo para a mãe acompanhar essa rotina? Claro que sim. Mas com certeza criar essa rotina vai diminuir as chances dos momentos de explosão terem tanta frequência.

Lidar com a culpa quando se perde o controle!

Eu me senti o pior dos seres humanos quando perdi o controle. O choro incontrolável, a sensação de covardia, uma dor que só quem ama um filho pode sentir. É indescritível. Você se sente pequeno, incapaz. Dói muito mais em você do que na criança. E nesse momento é preciso uma séria reflexão sobre como lidar com o comportamento de todas as fases de uma criança. Todas elas têm seu nível de dificuldade e todas elas vão nos fazer sentir vontade de explodir, mas em todas temos que ter maturidade e bom senso para direcionar a situação da melhor forma. Afinal de contas trata-se do desenvolvimento do nosso filho, aquele que queremos sem dúvida o melhor para a sua vida. Que sejam pessoas de bom caráter e o mais importante: eles na maioria das vezes se espelham nos pais. O que nós estamos sendo para que eles também sejam?

Vale muito a pena a reflexão!

É sem dúvida o que eu estou fazendo para lidar com as fases que sempre irão existir. Desde agora minha filha pequena até a fase da adolescência e até mesmo na idade adulta. É o destino de quem ama seus filhos: procurar sempre o melhor para eles. E isso dói! Amar dói.

Momentos de explosão 1

Lilian Alves

Olá eu me chamo Lilian Alves, me tornei mãe aos 37 anos da pequena Sarah e quero compartilhar a experiência de poder ser feliz sempre, nessa nova etapa que é ser mãe!

Website: http://praviverfeliz.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *