Nova blogueira: Quem sou?

Já faz um tempinho que virou moda ser blogueira, não apenas moda, mas sim profissão e me veio esta questão: Nova blogueira, quem sou?

Deixa eu compartilhar com todos vocês como tudo começou e como culminou na minha decisão de ser uma nova blogueira:

Nova blogueira

Quando a Sarah nasceu há dois anos atrás eu tinha dois empregos, um pelo dia e outro pela noite, então percebi que para ficar perto da minha filha, cuidar e acompanhar pessoalmente o crescimento dela eu poderia sim abrir mão de um dos empregos. Fizemos as contas e fomos em frente.

Mas como eu sempre gostei de escrever surgiu a ideia de registrar sobre todo esse momento materno cheio de emoções, descobertas e também dificuldades.

Além de ser um novo ciclo da minha vida, cheio de mudanças, a chegada dos 40! Então decidi criar um blog e ser uma nova blogueira. Descobri que já tem muitas no ramo. Estou tão orgulhosa em descobrir tantas mulheres legais, empreendedoras, que cuidam dos filhos, da casa, outras continuam trabalhando fora e muitas no ramo da maternidade que me inspiraram muito.

E eu percebi que eu também queria compartilhar minha experiência ao me tornar mãe.

São tantos temas que eu desconhecia e hoje estou conhecendo bem.

Com certeza foram duas de mim até hoje. Quando eu paro pra pensar em quem eu sou, sei que uma de mim foi antes da maternidade e outra agora. Hoje eu sou a mãe da Sarah, hoje eu sei o que é o amor de verdade, hoje eu me esforço todo dia para ser uma pessoa melhor, hoje eu sou mais feliz, apesar de estar quase sempre muito cansada. Vida de mãe é durahttps://praviverfeliz.com.br/2019/10/01/dificuldades-da-maternidade-como-supera-las/ adeus dormir bem, muito prazer olheiras, olá banhos rápidos, sem falar que nasce uma mãe, nasce um coque no cabelo.https://brasil.babycenter.com/thread/3935846/quando-nasce-um-bebênasce-um-coque .

Você não é mais você e sim mãe de ”fulano”, você se torna outra pessoa.

E essa nova blogueira que nasce agora está chegando aos 40 e isso está mexendo com meus parafusinhos porque é como se eu estivesse na metade da minha vida e tenho tanta coisa pendente que não fiz na primeira metade e agora as prioridades são outras e preciso selecionar bem como pretendo gastar minha outra metade.

Mas isso tudo é tolice se você olhar pelo ângulo de que a vida é um sopro e que talvez eu não disponha de uma metade de vida como estou calculando.

A minha primeira descoberta agora às vésperas dos 40 foi que só temos o agora. Nunca tinha pensado a respeito como penso agora.

Será que alguém além de mim percebe como nos transformamos ao longo da vida?

Da curtição da adolescência, da vida profissional, da realização pessoal, da maternidade, da vida conjugal, da sua evolução, crescimento pessoal, espiritual. Este momento de se questionar: quem sou?

Esta nova blogueira que está conhecendo outras blogueiras, mulheres lindas, cheias de conhecimento, de foco, determinação e amor.

A evolução do mundo, a internet, nos possibilita a tantas coisas boas como a facilidade dessa multiplicação de informações e de você poder alcançar e ser alcançado por tantas pessoas.

E me sinto muito realizada com esta nova fase que é o começo de um novo ciclo em minha vida, um ciclo que sem dúvida começa desafiador, pois de uns dias pra cá conheci umas novas companheiras: umas pequenas rugas que passaram a me dar bom dia quando acordo e chego ao espelho do banheiro, elas não perdem por esperar o novo creme anti rugas que pretendo comprar!

E você, por qual momento está passando? Quais descobertas está vivendo? Este post te fez refletir sobre algo? Já deu bom dia para alguma ruguinha? Me conta!

O sentido da vida é viver!

Lilian Alves

Olá eu me chamo Lilian Alves, me tornei mãe aos 37 anos da pequena Sarah e quero compartilhar a experiência de poder ser feliz sempre, nessa nova etapa que é ser mãe!

Website: http://praviverfeliz.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *