Adaptação escolar: é pra família também

Tem algum pequeno que iniciou a vida escolar este ano? Ou mesmo algum filho mudando de escola, de horário ou de turma? A fase de adaptação escolar é difícil não apenas para a criança mas pra família, principalmente para a mãe ou pai ou responsável que acompanha, pois são esses que veem e sentem o drama de perto.

Adaptação escolar

Como é difícil deixar seu pequeno chorando e chamando mamãe e você ter que ir embora e deixá-lo naquele choro que parece que não vai ter fim, mas tem fim, a fase de adaptação escolar é um pouco sofrida sim mas passa, e daqui a pouco tudo fica bem.

É que eles estão fora da zona de conforto deles, isso tudo é mais que normal e natural na vida deles, desde que não dure muitos dias. Aos poucos eles acabam se acostumando à nova rotina e alguns podem até mesmo desejar ir a escola até no fim-de-semana. Já os maiores, que estão mudando de escola, horário ou turma, esses sofrem de uma outra forma, sem choro escandaloso na saída dos pais ou responsáveis, mas sentindo saudade dos colegas e tentando se encaixar no novo meio, e não menos que os pequenos, os maiorzinhos precisam de muito carinho e atenção para superar esta fase. Dependendo da personalidade da criança pode ser até um pouco mais difícil para ela superar este momento. Então conversar bastante e considerar sempre o que eles exporem. Eles precisam sim de bastante incentivo não apenas da escola, mas da família.

Aprender coisas novas e se adaptar ao desconhecido é grandemente desafiador, é aí que eles aprenderão aos poucos a lidarem com os desafios da fase adulta. Por isso é merecido uma atenção extra. Dizer a eles como será legal aprender coisas novas e fazer novas amizades, vale até contar alguma experiência sua que some nesse processo, com certeza irá ajudar.

E os responsáveis pela criança também sofrem um processo de adaptação. Estamos aqui em casa passando por isso e já descobri que é um pouco lento que as coisas ficarão organizadas, principalmente no meu caso, mãe de primeira viagem, estou aprendendo sobre as melhores opções de lanches, se o horário de dormir irá mudar, como devo me comportar quando ela chorar na minha saída da escola, é todo um processo. Até mesmo a titia e a vovó vieram de outra cidade acompanhar esse momento. E a participação do papai foi de extrema importância pra ela. Vê que queríamos acompanhá-la. É muito interessante como ela tão nova tem uma percepção tão clara da atenção que dispomos.

Adaptação escolar 1
Adaptação escolar 2

Como nós adultos lidamos com os nossos momentos de adaptação às mudanças ou coisas novas com as quais nos deparamos? Como desejamos que nossas crianças lidem com esses momentos e com seus sentimentos em relação à esta fase de adaptação escolar? Vamos pensar na melhor forma de enfrentar e aprender com essa experiência que só irá trazer benefícios a todos. Vamos apoiá-los com muito carinho e amor, mas sem exageros, o excesso pode ser negativo.

E por fim aproveitar o que essa nova fase trás, no meu caso estou curtindo aprender sobre lanchinhos e trocando várias experiências com as outras mães. Viu como também conhecemos tanta coisa boa através das experiências dos nossos filhos, fazemos novas amizades, descobrimos um roby de gostar de preparar lanche, e com certeza sei que não para por aqui. A minha filha está apenas no começo. E vocês que já passaram por isso, me contem suas experiências e descobertas! Quero muito saber e aprender sobre tantos sentimentos!

E viver feliz é isso, aceitar com leveza o que a vida te dá de presente. Até mesmo os desafios! Não é verdade?! Beijos!

Lilian Alves

Olá eu me chamo Lilian Alves, me tornei mãe aos 37 anos da pequena Sarah e quero compartilhar a experiência de poder ser feliz sempre, nessa nova etapa que é ser mãe!

Website: http://praviverfeliz.com.br

4 Comentários

  1. Joseny Rêgo

    Realmente a fase de adaptação escolar é bem difícil e sofrida. Conosco, o sofrimento foi meu e de meu esposo, pois quando nossa filha chegou na escola, simplesmente olhou para nós, disse que nos amava , deu as costas e seguiu. Chorei rios de lágrimas ,porém meu choro foi de felicidade também em saber que ela se encontrou e que sentiu-se segura!

    • Que linda a atitude que sua filha teve, e isso graças ao apoio que recebeu durante todo o processo! Parabéns!

  2. Klênia

    É realmente uma fase de transição que deve ser levada à sério e não apenas encarada com ” dengo ou manha” da criança, alguns pequenos precisam e devem ter um acompanhamento mais de perto nesse momento.
    Parabéns pelo pós😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *